Agora

ESTRIBILHOS por Weslley Almeida


Desfiz um poema

eliminando versos

acrescentando vácuos

para a percepção nova do silêncio oculto

na beira do rio das palavras.


Cortei uma rima

como quem despe estribilhos

como quem quebra uma corda

enquadra uma roda

desafina um instrumento:


e toca

dissonâncias

num insólito ritmo. 


ESTRIBILHOS - 3º LUGAR NA 33ª NOITE DA POESIA - UBE-MS/SECTUR






Postar um comentário

Comente aqui

Postagem Anterior Próxima Postagem