14 de set de 2018

Aberto do CUCA 2018 Exposições Museu Regional de Arte




“ATELIER GALEANO” e “FEIRA NA LATA: Grafite Arte e Memória Urbana em Síntese”

"O Museu Regional de Arte apresenta na 12º Edição do ABERTO do CUCA propostas expositivas diferenciadas, nas quais o visitante, além de conhecer as recentes criações do artista visual Jorge Galeano e de um grupo de atuantes grafiteiros da cena cultural feirense; poderá estabelecer novas relações com o Patrimônio Local pelo contato com processos de criação e dinâmicas de valorização artística.



A ação referenda trajetórias contribuintes ao processo de urbanização desta cidade, reunindo representações materiais e imateriais que perpassam movimentos e linguagens culturais contemporâneas.

Na mostra “Atelier Galeano” o artista ocupa fisicamente as salas do MRA, propondo dinâmicas de interação entre a arte, o público e seu cotidiano, para assim, transcender a lógica de “atelier” enquanto momento de imersão do artista no isolamento, para a de momentos de inspiração, compartilhados enquanto fontes educativas e culturais que incentivem o despertar de novos talentos. 

Argentino de Concordia Galeano estudou na Escola de Belas Artes de Buenos Aires, é reconhecido internacionalmente como artista multifacetado que dialoga com elementos naturais sertanejos e andinos, pautando composições características por cores vibrantes e a possibilidade de imersões cognitivas.

A exposição “FEIRA NA LATA: Grafite Arte e Memória Urbana em Síntese” é resultado do convite a artistas locais da cidade que trabalham os espaços de Feira de Santana enquanto suporte artístico, através do grafite. 

O grupo é composto por nomes como Júlio Firmo, Coelho, Charles Mendes, Kbça, Kaique Oliveira, dentre outros. Artistas que apresentam pela primeira vez no Museu Regional de Arte a composição coletiva de painéis reflexivos sobre o patrimônio em nossa cidade, mesclando influências urbanas e criatividade artística, em trabalhos inéditos, cujo principal objetivo é enfatizar a valorização da identidade cultural do grafite e suas relevantes contribuições enquanto expressão que dota de cores, inquietudes, símbolos de liberdade e memória, o cinza das cidades, convertendo-as espaços públicos de reflexão estética.
Vale conferir!"

Enviado por Cristiano Silva Cardoso Diretor MRA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!