6 de jan de 2018

Exposição fotográfica sobre índios brasileiros acontece no parque do saber até 10 de janeiro de 2018

Ao todo são 22 obras do fotógrafo 
Renato Soares, especialista em 
documentar a arte e a cultura brasileira

As cores, formas e costumes dos índios do Brasil, retratados em 22 fotografias, estão em exposição no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo, até o dia 10 de janeiro. As obras são do artista Renato Soares, especialista em documentar a arte e a cultura brasileira e que  já fotografou mais de 40 etnias em mais de 25 anos de submersão no universo indígena. Atualmente, o fotógrafo colabora com as revistas National Geographic e Scientific American.

A imagens que  estão sendo expostas, com acesso gratuito, também fez parte do Festival de Fotografias do Sertão, realizado em novembro de 2017. “A exposição é um apêndice do que foi visto no Festival de Fotografia do Sertão, quando o Parque do Saber recebeu as obras de Renato Soares. Não poderíamos perder a oportunidade de deixá-las aqui por mais tempo”, disse o diretor do Museu Parque do Saber, Basílio Fernandez.

O Museu Parque do Saber fica na rua dos Tupinambás, nº 275, no bairro São João, em Feira de Santana (Click aqui e trace sua rota: https://goo.gl/DZQxq6)  e funciona das 8h ao meio dia e das 15h às 18h, de segunda à sexta-feira. Aos domingos o Museu abre as portas a partir das 16h. A obras de Renato Soares ficam em exposição até o dia 10 de janeiro e depois seguem para o estado de Minas Gerais.

O ARTISTA

Foi em 1986 que Renato Soares iniciou sua carreira. Um dos mais renomados fotógrafos brasileiros, o artista  retrata através de suas fotografias as diferentes formas de expressão cultural dos vários grupos étnicos brasileiros, especialmente os da região amazônica.

Suas imagens figuram em publicações das principais editoras de apostilas e livros didáticos do país, agências de publicidade, sites especializados em assuntos ambientais e étnicos, livros de artes, palestras e exposições fotográficas.

Fotos: João França / Ascom Funtitec
Fonte: ASCOM FUNTITEC


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui