Livro barato é no SubMarino

18 de jun. de 2021

#TerradeLucasInformação - Jovens cristãos feirenses iniciam campanha de estimulo à doação de sangue e outras ações solidárias na Pandemia


Preocupados com os baixos níveis dos estoques de sangue nos hemocentros de Feira de Santana, sobretudo no contexto da pandemia provocada pela Covid-19, jovens cristãos da Assembleia de Deus na zona sul da cidade (Tomba e bairros adjacentes) se uniram para desenvolver o projeto AME – Amor, Missão e Esperança: solidariedade que corre na veia.  

Entre eles está a jovem interprete de Libras Emanuelle Ressurreição. Cristã por convicção, ela afirma que ser doadora é uma demonstração inequívoca de amor de Jesus para ajudar a quem precisa. “Eu sinto que estou me permitindo ser usada por Deus para ajudar alguém”, afirmou ela também já se cadastrou como doadora de medula óssea e “caso haja compatibilidade com alguém, com certeza, irei ajudá-lo”, disponibilizou-se.

Outra entusiasta da vida é Débora Santos. Recém-formada em Enfermagem, ela afirma que a alegria ajudar o próximo é uma vocação.  “Sinto-me muito feliz em poder ajudar pessoas, por esse motivo além de ser doadora, escolhi ser enfermeira para poder ajudar pessoas”. Para ela doar sangue é muito mais que ajudar, “é doar vida a alguém que precisa”, completou.

As doações podem ser feitas na Unidade de Coleta da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia – HEMOBA – de Feira de Santana (localizado na Avenida Eduardo Fróes da Mota, no bairro 35 BI) que já chegou a níveis críticos em seu estoque, e no IHEF (localizado à Avenida Getúlio Vargas).  

“Nosso objetivo é simplesmente estimular as pessoas a serem doadoras de sangue e que a doação é um gesto de amor puro e simples, do qual Jesus foi o maior exemplo. Ele doou o seu sangue, quando entregou a sua vida na cruz para salvar a humanidade”, afirmou o coordenador setorial da juventude assembleiana Pb. Danilo Guerra.  

Os interessados em ampliar as ações do projeto, podem se dirigir à Hemoba e ao Ihef e realizarem a doação. “Não queremos burocratizar, nossa ideia é encorajar as pessoas a se tornarem doadoras por isso orientamos que as pessoas se dirijam diretamente aos bancos de sangue existentes na cidade e façam sua doação”, finalizou o coordenador.


Enviado por Danilo Guerra (Assessoria de Comunicação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui