Livro barato é no SubMarino

3 de jun. de 2019

Cada verso que brota no meu peito foi plantado nos campos da cultura.


Ilustração- “O Embaixador do Sertão” do Mestre Jô Oliveira. Disponível aqui

Mote - Robson Renato
Glosa – Nivaldo CruzCredo

Quando falo do meu querido sertão,
Enaltecendo esse meu bravo povo,
Quando lembro do velho e do novo
Sai um tudo aqui de desse coração,
Escrevo mesmo é com toda emoção
Que envolve essa minha estrutura,
É mesmo união sem ruptura,
Por que escrevo assim desse jeito?
Cada verso que brota no meu peito
Foi plantado nos campos da cultura.

Acredito nessa minha identidade
E na força que o meu povo carrega,
Não aceito da tal mídia o que se prega,
Para todos um mundão de inverdade,
Porque é ruim, feito de dura maldade,
Maldade na sua essência mais pura
E essa guerra que é inglória e impura
É sim a prova que o meu lado é perfeito,
Cada verso que brota no meu peito
Foi plantado nos campos da cultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui