FNO

2 de jun de 2018

Teatro Gamboa Nova divulga programação para o mês de junho com Alê Casali

dewfgdfd
Espetáculo "Mala sem alça, Palhaço sem calça" com o artísta Alê Casali (Foto: Raul Spinasse)

A programação do Teatro Gamboa Nova sempre reúne as diversas linguagens artísticas para movimentar o espaço, e neste mês, o Circo estará em destaque, transformando o teatro num verdadeiro picadeiro. O Gamboa Nova é uma das 17 instituições apoiadas pelo Fundo de Cultura da Bahia, por meio do Programa de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais.

Em junho, o palhaço Biancorino faz uma verdadeira residência no Gamboa Nova, em um arraial de palhaçaria da boa para comemorar seus 20 anos.


Além de ficar em cartaz com espetáculos solos, o artista Alê Casali, que brinca de misturar Chaplin e Nóbrega, com muito estudo e dedicação à arte do palhaço, também reúne gerações da palhaçaria de Salvador, celebrando seu aniversário em uma divertida ocupação.


fgefe
Artista Alê Casali (Foto: Raul Spinasse)

Biancorino, sua criação, já passeou pelo Brasil e pelo mundo e é um estado de graça e consciência, revelando a potência deste ator, diretor, produtor, educador, dramaturgo, artista de rua, que tanta alegria traz para Bahia.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.


Programação:

Espetáculos

- Eu, eu mesmo e Biancorinho
Alê Casali atua neste espetáculo tratando sobre a honra e a missão de ser o palhaço Biancorino. Como em outras obras do artista, o tema é metalingüístico e experimental, onde o ator-diretor-dramaturgo-pedagogo-palhaço irá transitar por todas estas funções através de números do inicio de sua carreira, improvisações espontâneas e fundamentos filosóficos que transitam entre questionamentos do fazer artístico e cênico à nossa consciência existencial.

Quando: 02 e 09 e 16/06/2018 (sábados) ás 17h
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) – bilheteria abre duas horas antes

- Mala sem alça, Palhaço sem calça
Com um roteiro clássico de Arte de Rua, no estilo do que se faz nos festivais de rua da Europa e América do Sul, o Palhaço Biancorino faz a interação com o público e as situações colhidas através da improvisação que acontecem quando se está no meio da rua, fornecendo ao espectador a sensação de que cada função realizada pelo palhaço é um espetáculo novo e único. Mescla piadas clássicas de mestres da palhaçaria e técnicas tradicionais dos artistas de rua, com muito humor, respeito e pureza.

Quando: 03, 10 e 17/06/2018 - (domingos) ás 17h
Quanto: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) - bilheteria abre duas horas antes

Varietês Palhaçais

- Trio pé de Serra-Lhaço
Encontros cênicos que irão trazer um repertório de números inesquecíveis executados pelos palhaços de Salvador e também números originais criados para o espetáculo. 

Quando: 01, 08 e 15/06/2018 - (sextas) ás 20h
Quanto: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) - bilheteria abre às 17h

- Varietê Forrozal Palhaçal
A Cia trará números de caráter nordestino, acompanhados sempre de uma banda forrozal palhaçal, trazendo três gerações da linhagem de palhaçaria de Salvador e potencializando a intenção de fraternidade e encontro que a classe palhaçal da cidade vem vivenciando.

Quando: 07 e 14/06/2018 - (quintas) ás 20h 
Quanto: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) - bilheteria abre às 17h

Cinegamboa Especial

- Exibição e bate-papo sobre o documentário Ridículos
A obra Ridículos é um documentário sobre o nascimento de um palhaço e mostra um pouco da intimidade e o desnudamento necessário para a criação artística

Quando: 13/06/2018 - (quarta) – 19h30
Quanto: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Exposição

- Corpo que Sufoca continua em cartaz 
Trata-se de uma coletânea de imagens desenvolvidas entre a artista Rose Nascimento e dançarinos de Salvador, para falar sobre as aflições do fazer artístico e do corpo presente num cotidiano de tantas indiferenças e dificuldades.

Quando: de 01 a 17/06/2018 (quarta a sábado das 16h às 20h) e domingo (das 15h às 17h)
Quanto: gratuito

Cinema

- Mais um mês com O Gongo
Sucesso na internet, O Gongo é um canal de humor na Bahia, que faz comédia com piadas que vão além do contexto regional; textos sobre o cotidiano, temas atuais e comportamento, além de conteúdo nonsense. A cada semana serão exibidos alguns curtas presentes no canal, antes dos espetáculos.

Quando: de 01 a 17/06/2018 – qua a dom – antes dos espetáculos com autorização das produções
Quanto: gratuito

Todos os eventos acontecem no Teatro Gamboa Nova – Rua Gamboa de Cima 03, Aflitos (atrás do Passeio Público, ao lado do quartel)


Fonte: Secult Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!