12 de mai de 2018

Teatro Terceira Margem realiza financiamento coletivo para retorno de Woyzeck – Zé Ninguém


"Woyzeck - Zé Ninguém", uma realização do Teatro Terceira Margem, com direção do ator e encenador Caio Rodrigo, está na fase de produção de sua segunda temporada, que ocorrerá de 17 a 27 de maio de 2018, no Teatro Vila Velha.
Na temporada de estreia, apresentada em novembro de 2017, no Goethe-Institut, o espetáculo foi produzido sem edital, sem patrocínio ou apoio financeiro, de forma colaborativa, graças ao esforço e investimento de todos os artistas envolvidos.
Para tornar esta temporada viável, a montagem conta com a colaboração do público na campanha de financiamento coletivo realizado no site da Benfeitoria – benfeitoria.com/woyzeck. As contribuições podem ser efetuadas até o dia dia 21 de maio às 23h59.

É importante explicar que a Benfeitoria funciona no sistema "Tudo ou Nada", ou seja, precisa atingir a meta mínima de R$ 6 mil ou todo o dinheiro será devolvido aos doadores. Para incentivar as doações, o Teatro Terceira Margem recompensará os colaboradores, de acordo com o valor doado. (confira metas e recompensas no site).
Espetáculo
Woyzeck – Zé Ninguém nasce da vontade de investigar a exploração do homem pelo próprio homem e a formação de todos os automatismos sociais que nascem em decorrência disso. Baseada em fatos reais, a peça traz à cena o primeiro protagonista proletário do teatro moderno.
Além de soldado do exército, Woyzeck ou simplesmente “Zé” é tomado como objeto de pesquisa por um médico sendo oprimido circunstancialmente por todos aqueles ao seu redor. A encenação traz ao drama do protagonista a estética do show de horrores.
A direção de Caio Rodrigo parte do original de Georg Büchner e propõe transportar o soldado Woyzeck, personagem central deste clássico da literatura alemã, para a realidade social e cultural brasileira. De forma bem particular, a encenação mistura, além do show de horrores a estética do circo e o universo popular das canções de Gonzaguinha. Indicado ao Prêmio de Braskem na categoria especial, pela direção musical de Elinas Nascimento.
Cortes abruptos e cenas ritmadas cinematograficamente ditam o tom dos acontecimentos e conduzem a trajetória desta que é considerada uma possível “situação dramática universal do homem comum”.


Serviço:
O quê: Benfeitoria Woyzeck - Zé Ninguém
Quando: de 12 de abril até 21 de maio

Enviado por Rafael Brito
Fonte: Théâtre Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!