17 de ago de 2016

Nota de esclarecimento sobre a mudança no calendário acadêmico da UEFS


Em razão da intensa e surpreendente repercussão na imprensa e nas redes sociais de informações imprecisas sobre a decisão do Consepe que alterou o calendário acadêmico da Uefs, a Administração Superior vem prestar os necessários esclarecimentos.
A Universidade Estadual de Feira de Santana, através do seu Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão (Consepe), decidiu pelo cancelamento/trancamento do semestre letivo 2016.2, que teria início previsto para o dia  01/02/2017. Com tal medida, o semestre 2016.2 passará a ser denominado 2017.1. A reunião do Consepe ocorreu no dia 21 de julho e o novo calendário foi imediatamente divulgado na página institucional.
Se, por um lado, o semestre letivo 2016.2  foi efetivamente cancelado para os cursos de graduação, por outro, na prática, a continuidade das atividades regulares bem como o fluxo de alunos que entram anualmente na Uefs não sofrem, com esta medida, qualquer alteração. Em fevereiro ingressará a turma 2017.1, cujo vestibular está previsto para acontecer nos dias 20 e 21/11/2016, e em julho de 2017, está previsto o ingresso da turma 2017.2, a partir do Processo Seletivo que deverá acontecer no início do mesmo ano, e assim sucessivamente.
Cabe lembrar que a defasagem no calendário vem se acumulando há anos como consequência das lutas de professores, estudantes e funcionários, através de paralisações e greves, sobretudo por parte do movimento docente, em defesa da qualidade da Uefs e de seu estatuto de universidade pública, gratuita e socialmente referenciada. As dificuldades orçamentárias vividas pela Uefs são reais e vem sendo apresentadas pela Administração Superior de modo transparente e responsável. No entanto, não há qualquer associação entre os problemas de custeio e investimento e a decisão do Consepe de mudança na nomenclatura dos semestres letivos.
A Administração Superior coloca-se à disposição para esclarecimentos adicionais.
Fonte: Ascom/UEFS




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui