FNO

3 de jul de 2016

Feira de Santana recebe workshop de Dança Tribal Ritualístico



Em 27 de agosto a professora e bailarina Gilmara Cruz, de Curitiba/PR, estará em Feira de Santana ministrando workshop de Dança Tribal Ritualístico trazendo uma proposta de auto conhecimento, afirmação identitária de si, busca da sabedoria, vitalidade, meditação e espiritualidade. Será um verdadeiro encontro com a sua natureza interior. Imperdível!

Trazendo como conteúdos a Consciência Ritual e Dançando com o Cosmos e a Mãe Gaia, a aula terá duração de 3 horas e o aluno terá direito a apostila e certificado. O workshop será realizado no Allegro Studio de Dança e Educação Corporal, localizado na Rua Juracy Magalhães, 298, Ponto Central.

A proposta é utilizar movimentos da Dança Tribal, Dança Teatro e outras, num aspecto ritualístico, buscando a conexão com o Eu sagrado e o equilíbrio com a natureza, resultando em um belo ritual.

CONHECENDO O TRIBAL RITUALÍSTICO

O estilo Tribal é uma Dança étnica contemporânea e ancestral. Ele resgata antigos rituais que vinham da Dança do Ventre, do Flamenco e da Dança Indiana numa estética contemporânea.  A Dança Tribal Ritualística consiste na fusão dessas danças somadas a outras danças, mas com o aspecto de ritual, harmonia com a natureza, trazendo um ambiente místico e harmonioso que possa proporcionar as participantes o bem estar e o (re e auto) conhecimento identificando seus poderes e seus limites, tudo isso aliada à técnica e a conexão com o feminino ancestral, a Deusa interior e seu poder!

O Tribal Ritualístico não é uma religião, mas é livre e, através da dança tribal proporciona um ato ritualístico que pode ser religioso em prol do que se acredita e do que se sente, ou apenas pode ser um ato introspectivo que manifeste e emane energias.

A palavra religião vem da palavra religare que significa ligar-se ao divino, é o caminho para a unificação entre o eu e o divino. Para nós nada mais é do que torna-se divino, despertar a deusa interior e o seu poder. .


SOBRE A PROFESSORA

Professora, bailarina, coreógrafa e pesquisadora Gilmara Cruz, é Graduada em História pela Universidade do Estado da Bahia, Mestranda em História pela UFS e Qualificada em Dança pela FUNCEB.

Admiradora da arte da Dança do Ventre desde 2001, iniciando seus estudos em 2003. Em 2006 começa a ensinar o básico, chegando também a dar aulas particulares na cidade de Santo Antônio de Jesus, onde morou cerca de dois anos. Após uma breve pausa, em 2009 de volta a Alagoinhas, foi monitora voluntária de Dança do Ventre no Curso de Extensão Cultura Corporal do curso de Educação Física da UNEB – campus II. No final de 2012 conheceu o Tribal no Bailares Festival de Dança, realizado pela Trupe Mandhala em Feira de Santana, e desde então é sua paixão.

A partir de então foi se especializando, participou do Curso de Formação de professores em Dança ministrado por Estela Serrano e Fátima Suarez. Participou do Curso de Aperfeiçoamento Teórico-prático com Fernanda Guerreiro e do Curso sobre Metodologia do ensino em Dança do Ventre com Fernanda Guerreiro. Curso de Formação em Tribal Fusion com Joline Andrade, Curso de Formação em ITS, nível 01 com April Rose (EUA). Participou também de diversos workshops com Sharon Kihara (EUA), Hilde Cannoodt (Bélgica), Sundari (Croácia), Raphaela Petting (EUA), Lady Fred (EUA), Ariellah Aflavo (EUA), Deidre Anaid (Alemanha/EUA), Saba Khandroma (Arg), Bela Saffe (Ba), Joline Andrade (Ba), Fernanda Guerreiro (Ba), Lulu From Brasil (SP), Monah Souad, Márcio Mansur, Letícia Soares, Kahina, Allana Alflen (Ba), Esmeralda Colabone, Ju Marconato (SP), Janah Ferreira, Catarina Hora (SE), Tarik, Gabriela Miranda, Yoli Mendez, Radha Naschpitz, Cibelle Souza (RN), Paula Braz (Cia Shamam), Kilma Farias (PB), Hayffa (SP), Guigo Alves, Rebeca Piñeiro (SP), etc.

Foi organizadora do primeiro Festival de Dança Oriental de Alagoinhas-BA em 2012, atualmente organizadora do Solstício das Deusas com duas versões realizadas em Aracaju-SE, e uma em São Paulo. Ministrou as oficinas/workshops “A Dança do Ventre e sua história” apresentado na II Semana de História da UNEB-campus II; “A Dança do Ventre e sua relação com a Natureza”, “Movimentos Sinuosos”, “Dança Teatro”, “Básicos movimentos do Tribal Fusion”, “Dançando o Sagrado Feminino”, e etc. Criou coreografia para a peça de teatro A rua e a Vida.
Escreveu artigos sobre Dança como o "A aura e autenticidade da Dança Tribal". Atualmente mora em Curitiba e segue estudando e sendo professora de Dança do Ventre iniciante I e II, Tribal Fusion (Tribal Fusion, Tribal Ritualístico, Dark Fusion) e Dançando o Sagrado Feminino, ministrando aulas regulares, cursos mensais, workshops e oficinas. Possui uma característica ritualística e sombria em sua Dança.

SERVIÇO

Workshop de Dança Tribal Ritualístico com Gilmara Cruz
Data: 27 de Agosto (sábado)
Horário: 14h às 17h
Local: Allegro Studio de Dança – Rua Juracy Magalhães, 298, Ponto Central (próximo à FAT Faculdade Anísio Teixeira).
Investimento: R$ 80,00 (divide para 2x – julho e agosto). Pagamento via depósito bancário. Solicite ficha de inscrição pelo e-mail:trupemandhala@gmail.com

Curso com direito a apostila e certificado.

Realização: Trupe Mandhala
  

por Mariana B. Figuerêdo
Publicitária
Integrante da Trupe Mandhala - Dança Étnica Contemporânea
Filiada e integrante voluntária da Assessoria de Comunicação da APA - Associação Protetora dos Animais de Feira de Santana
Integrante do Feira Coletivo Cultural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!