FNO

9 de jun de 2016

Contação de histórias socioambientais no Margarida Ribeiro


No mês dedicado ao meio ambiente, alunos da Rede Municipal tiveram acesso a uma programação diversificada e lúdica. Nesta terça-feira, 7, estudantes de quatro escolas assistiram a sessões de contação de história com caráter socioambiental. A atividade foi promovida pelo Instituto Estre em parceira com a Secretaria de Educação; aconteceu durante todo o dia, no Teatro Margarida Ribeiro.
 
Mais de 1.000 alunos lotaram as sessões. As crianças participaram ativamente da apresentação, que explorou a progressão da história de modo interativo. Questões como consumo, desenvolvimento humano e relações entre pessoas foram abordados durante a construção coletiva do espetáculo.
 
O Instituto Estre de Responsabilidade Socioambiental é uma Oscip, organização da sociedade civil de interesse público, mantida pela Estre Ambiental, empresa de serviços ambientais. A contação de histórias integra uma das ações do "Mês do Meio Ambiente", promovido pelo instituto, que tem como objetivo dialogar sobre temas como consumo, geração e destinação de resíduos.
 
A atividade foi apresentada pela escritora e contadora de histórias Kiara Terra. “A ideia do instituto era que pudéssemos tratar a educação ambiental por outra vertente, visando o desenvolvimento humano. A história escolhida foi Lolo Barnabé, da escritora Eva Furnari, e foi contada com a participação ativa das crianças”, explica Kiara.
 
A iniciativa gerou ansiedade entre as crianças. Maria Luiza Simões Reis, de 9 anos, nunca havia estado em um teatro antes. “Fiquei muito animada para participar. É a minha primeira vez no teatro e fiquei muito ansiosa para assistir à apresentação”, garante a aluna, que estuda na Escola Municipal Maria Antônia da Costa, do bairro Santa Mônica.
 

Participaram da apresentação as escolas municipais Maria Antônia da Costa; Centro de Educação Monteiro Lobato e Áureo Oliveira Filho (Capuchinhos); Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Honorina Amorim (Liberdade); CMEI Professor José Raimundo Pereira (Feira VII); CMEI Eduardo Miranda (Tomba); e Escola Associação Frutos da Terra (Olhos d´Água).

Fonte: Secom / PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!