19 de jan de 2016

ProUni abre inscrições dia 19 de janeiro

Foto: Divulgação


Anota aí! Começam neste dia 19 de janeiro as inscrições para o ProUni 2016. Os cadastros devem ser feitos apenas até o dia 22 do mesmo mês.
O Programa Universidade para Todos ajuda milhares de brasileiros a realizar o sonho da faculdade, distribuindo bolsas integrais e parciais em todo o país.
Prouni foi criado pelo Ministério da Educação em janeiro de 2005, através da Lei nº 11.096. Desde o começo, a iniciativa se comprometeu em distribuir bolsas de estudo às pessoas que não podem pagar as mensalidades da graduação. Para alcançar os seus objetivos, o programa estabelece parceria com instituições privadas de ensino superior.

Cronograma do ProUni

  • Inscrições: site oficial do ProUni de 19 a 22 de janeiro.
  • Pimeira chamada: dia 25 de janeiro
  • Segunda chamada: 12 de fevereiro.
O aluno aprovado deverá procurar a respectiva instituição de ensino para comprovar as informações fornecidas durante o processo.
Quem não for selecionado, ainda poderá se inscrever na lista de espera, entre os dias 26 e 29 de fevereiro. A listagem será repassada para as instituições participantes que poderão fazer chamadas, em seus sites. Elas também poderão realizar outras convocações posteriormente, caso existam bolsas remanescentes.

Quem pode se inscrever no ProUni

  • Para participar, é necessário que os candidatos tenham feito as provas do Enem 2015 e alcançado, no mínimo, 450 pontos na média dos cinco testes, sem zerar a redação.
  • Outra exigência é que eles comprovem que cursaram todo o ensino médio na rede pública ou na condição de bolsistas na rede privada.
  • Também é necessário não ter diploma do ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos, ou seja, R$ 2.640.ompatível com o programa (veja abaixo).
  • Professores da rede pública no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrantes do quadro de pessoal permanente da escola, normal superior ou pedagogia podem concorrer a bolsas em cursos de licenciatura. O critério de renda não se aplica a estes últimos.

Renda para concorrer às bolsas

As pessoas interessadas em receber bolsa integral (100%) devem ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa (R$1.320,00). No caso da meia bolsa (50%), a renda per capita não pode ultrapassar três salários mínimos (R$2.640,00).

Como funciona a seleção do ProUni

O Prouni tem uma mecânica bem simples para selecionar os bolsistas. Primeiro o sistema classifica os candidatos com base na nota do Enem do ano anterior. Aqueles que tiveram o melhor desempenho garantem as bolsas. Em um segundo momento é realizado um processo para a ocupação das vagas remanescentes.

Diferença entre Prouni e Sisu

O Prouni distribui bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. Já o Sisu se encarrega de substituir o vestibular em universidades e institutos federais. Ambos os programas usam o Enem como critério de seleção.

Outras informações

No ano passado, o MEC determinou que alunos de cursos ou de instituições superiores diferentes não poderão mais ser beneficiados simultaneamente pelo ProUni e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Com isso, o estudante somente poderá utilizar ambos os benefícios se tiver bolsa parcial do ProUni e o complemento do Fies para o mesmo curso ministrado na mesma instituição de ensino.
Se o estudante quiser mudar a opção de curso, ele pode fazer isso a qualquer momento, enquanto o período de inscrição estiver em andamento.
Confira o edital ProUni 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!