Livro barato é no SubMarino

18 de jul. de 2021

#TerradeLucasCultura - Fauna sertaneja é tema de concurso de cordel promovido pela UEFS


Estão abertas as inscrições para o concurso de Literatura de Cordel, com o título “ZOORDEL: Animais do Sertão, do céu ao chão”. O certame é uma realização da Rede de Museu da Universidade Estadual de Feira de Santana (Remus/Uefs), através da parceria entre os Museus de Zoologia, Casa do Sertão e o Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários, com apoio institucional da Pró-Reitoria de Extensão e da UEFS Editora.

Destinado a estimular a participação de poetas populares na produção textual sobre o tema fauna sertaneja, o certame versa sobre poéticas e animais do sertão, na sua diversidade, importância cultural e econômica para a vida do povo sertanejo, e como valorização do gênero literário do cordel, enquanto patrimônio predominante do Nordeste brasileiro, em suas manifestações genuinamente populares.


As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 7 de agosto 2021, conforme disposto no cronograma, do Edital, exclusivamente pelo formulário. Para participar, o candidato deve declarar a autoria da obra assumindo integral responsabilidade diante de terceiros e inscrever apenas um título inédito em cordel e escrita em Língua Portuguesa do Brasil.


(FORMULÁRIO)

 

Serão destinadas aos 03 primeiros vencedores as seguintes premiações:

1º lugar – Premiação R$ 1.000,00 + Livros + Certificado digital

2º lugar – Premiação: R$ 500,00 + Livros + Certificado digital

3º lugar – Premiação: R$ 500,00 + Livros + Certificado digital.

 

Os cordelistas classificados do 4º ao 10º lugar receberão livros + Certificado digital.

 

O evento estimula a criação literária através de uma temática que fortalece os laços de solidariedade entre os membros da Universidade e a comunidade de artistas, proporcionado mais um espaço para divulgação de uma cultura popular tão importante para alma do Nordeste: o cordel, inscrito em 2018, no Livro de Registro das Formas de Expressão enquanto Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, que mantém vivo os traços identitários de uma memória remota da nossa região. 


Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Uefs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui