Livro barato é no SubMarino

25 de fev. de 2021

#TerradeLucasInformação - Qual a importância do rádio para a liberdade de imprensa? Veja respostas de jornalistas da América Latina

 


A Assembleia Geral da ONU adotou o Dia Internacional em 2012 e o tema deste ano é "Novo Mundo, Novo Rádio: Evolução, Inovação e Conexão”.

Na LatAm Journalism Review (LJR), queríamos nos juntar à celebração deste dia. Para fazer isso, perguntamos a jornalistas de rádio da América Latina e do Caribe por que o rádio é importante para a liberdade de imprensa na região. Suas respostas podem ser encontradas abaixo e em nossas redes sociais:



María Gloria Alarcón

“O rádio não cumpre apenas a função essencial de informar, educar e divertir. É um poderoso instrumento ao serviço da população, em tempos de conflito ou de paz, chega a locais remotos, diferencia-se pela interação com o público, fornece informação instantânea, é acessível e permite ao ouvinte realizar outras atividades simultâneas."

Maria Gloria Alarcón, Rádio Ñanduti - Paraguai



Juan Felipe Reyes Espitia

"Nesta celebração do Dia Mundial do Rádio, considero valioso enfatizar a relação entre o rádio e a liberdade de imprensa, a partir da própria profissão do jornalismo e sua estreita relação com a liberdade de imprensa. O rádio é importante neste sentido, pois é um dos meios de comunicação que podemos encontrar mais facilmente e, graças ao valor da sua imediatez, diversidade de vozes, opiniões e pensamentos, pilares fundamentais na construção da liberdade de imprensa."

Juan Felipe Reyes Espitia, Rádio Caracol - Colômbia


Isabella Reimi

"Acredito que o rádio ganha importância nos nossos tempos, quando os meios jornalísticos tendem a se digitalizar e caem na tentação de deixar de lado o público que não consegue acessar a internet. Aí entra o rádio, que se conecta com as pessoas nos territórios mais remotos da nossa região."

Isabella Reimi, El Pitazo - Venezuela


Marcus Lacerda

"O rádio é um veículo ágil e direto. É um veículo que atinge a massa. É barato de se fazer, é barato de se consumir. E tem uma força muito grande na prestação de serviço à população. Por isso, a liberdade de imprensa no rádio é essencial para a população ter uma fonte de informação segura e confiável."

Marcus Lacerda, Rádio Bandnews FM Rio - Brasil

 


Júlio López

"O rádio é um importante meio de comunicação para a liberdade de imprensa porque permite a defesa de outros direitos humanos e abre a possibilidade de que as pessoas possam acessar um meio de comunicação, principalmente em um regime autoritário como o que temos na Nicarágua, onde a população não consegue se expressar livremente."

Júlio López, Onda Local - Nicaragua


Paula Molina

“O rádio que assume um compromisso com o jornalismo, com a verdade, é vital para informar e exercer o direito à liberdade de imprensa. Ampla e gratuita, o rádio não exige pagamento, internet ou telefone e às vezes nem eletricidade, para levar a voz humana por geografias e comunidades muitas vezes distantes. No rádio, a energia deve responder sem cortes, ao vivo e direto. O rádio é o meio onde nos falamos e nos ouvimos, e um daqueles espaços, cada vez mais escassos, onde o diálogo é sempre possível.”

Paula Molina, Radio Cooperativa - Chile


Douglas Ritter

"Desde sempre ouvi que o rádio tinha sido condenado e estava com dias contados após o surgimento da internet e das redes sociais. A internet nunca ocupará o ofício do jornalismo que é baseado na informação. É bem verdade que o mundo vive uma onda de desinformação, e muitos tentam colocar a imprensa contra a sociedade, como uma inimiga do povo. Mas o jornalismo é, na verdade, pautado sobre a ética em informar, ainda com nossas imperfeições, mas sempre acrescentando, corrigindo erros e com a responsabilidade crescente de informar a verdade. Nesse contexto, o rádio vive um período excepcional porque é uma época de mudanças rápidas no mundo tecnológico. Sem dúvida, o rádio é um meio de comunicação de massa importantíssimo para liberdade de imprensa, por ser o mais popular e o de maior alcance. A confluência das mídias só ampliou a participação cada vez maior do público ouvinte de rádio."

Douglas Ritter, CBN-SP - Brasil 


Denis Chabrol

"O rádio é importante para a liberdade de imprensa porque ainda é o meio mais imediato de comunicação de massa que permite tratar uma variedade de questões e de forma concisa ou extensa com o menor custo.  O rádio permite o cultivo da criatividade para dar vida às imagens com palavras, música e efeitos sonoros.

Com a convergência da tecnologia de rádio terrestre convencional com as modernas tecnologias de mídia social, o rádio meramente ganhou um impulso adicional para ser inovador e criativo.  Os fundamentos de produção e apresentação da produção de rádio permanecem exclusivos para este meio e assim serão por muito tempo ainda.

Pare para pensar sobre isso!  Você não pode assistir TV ou acompanhar as redes sociais enquanto dirige, cozinha ou limpa!

Holisticamente, a radiodifusão será simplesmente um sonho sem a espinha dorsal da tecnologia de transmissão e recepção de sinais sem fio, possível apenas por grandes inventores como Heinrich Hertz, a quem nomeamos nossas frequências para o espectro do qual dependem as tecnologias de televisão, satélite e telefone celular".

Denis Chabrol, News-Talk Radio Guyana 103.1 FM - Guiana

Fonte: Knight Center

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui