Livro barato é no SubMarino

21 de jun. de 2020

JÚBILO DAS ARTES




Pobre,

……….pobre Púchkin!
Nas rosadas orelhinhas
……………………………..de uma dama
os seus versos
…………………se derramam.
Que à alta
……………e restrita
……………………….sociedade,
aos salões de visita
……………………….ele brade.
Tenho pena
………………desses lábios
que entre alfombras e almofadas
…………………………………………se consomem.
Para eles
………….eu daria
…………………….um microfone.


Mússorgski?
……………….Pobre, pobre dele!
Esse som de pianola
…………………………de que vai adiantar?
Que rodopia no aperto
…………………………….e nas cortinas se enrola
dessas salas de concerto
………………………………ou de jantar.


Pobre,

……….pobre Herzen!
Como sino na campana,
………………………………seu vibrante miocárdio.
À toda a Rússia vibraria,
………………………………se houvesse então
……………………………………………………….o rádio.


Pois jubilem de alegria,

escritores,
……………musicistas,
………………………….artesãos do pensamento!
Hoje o rádio
………………os ressuscita
……………………………….do mortal esquecimento!
As palavras de ordem
…………………………..e canções hoje correm
pela inteira extensão
………………………….do mapa mundi. 1
Próximos estamos
………………………das orelhas
……………………………………..de milhões –
o brasileiro,
……………..o esquimó,
……………………………o espanhol,
…………………………………………..o urdmurti.
Abaixo
………..os estofados
…………………………dos salões!
Que murmure
…………………solitário
…………………………….o bacharel…
Estou contente
…………………..por vivermos neste tempo
em que se canta
…………………..pelos céus.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui