Livro barato é no SubMarino

4 de jan. de 2020

Documentário traz história da música eletrônica no Brasil desde 1960


"A tecnologia influencia a arte ou a arte influencia a tecnologia?" O dilema é proposto por Jorge Antunes, um dos pioneiros da música eletrônica no Brasil. Aos 19 anos, o músico carioca se viu encantado por uma apresentação do norte-americano David Tudor na 1ª Semana de Música de Vanguarda, que aconteceu no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e apresentou o gênero eletrônico ao público brasileiro. 


Era o ano de 1961, e Antunes descobriu um novo caminho sonoro. Em 1975, ele lançou "Música Eletrônica", considerado o primeiro LP feito completamente com sons feitos com máquinas no Brasil. O evento em que Antunes assistiu à apresentação de Tudor foi organizado por Jocy de Oliveira, que na época já tinha alguns anos de experiência com compositores de música contemporânea, trabalhando desde a década de 1950 com nomes como Igor Stravinsky, Maurice Ravel e Iannis Xenakis. Na Semana, ela estreou sua peça "Apague meu Spot Light", primeiro trabalho teatral sonorizado com música eletrônica no país.... 

Veja a reportagem completa no UOL 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui