Livro barato é no SubMarino

3 de set de 2019

Ocupação artística comemora 27 º aniversário do Centro de Cultura Amélio Amorim



A Ocupação Artística Jerimum Cultural vai comandar a comemoração dos 27 anos do Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana. O jardim do espaço cultural receberá uma extensa programação com oficinas criativas, shows musicais, apresentações de circo, além de prestação de serviços à comunidade como corte de cabelo e barbearia e shows de Roça Sound e Roberto Kuelho. O evento acontecerá no dia 14 de setembro, sábado, a partir das 10h e, para ter acesso, basta levar um quilo de alimento não perecível ou uma peça de roupa para doação a instituições filantrópicas. A realização é do Centro de Cultura Amélio Amorim, Coletivo Cultural O Beco é Nosso e Cia Cuca de Teatro, com apoio do Sesc.
Durante todo o dia a população feirense poderá participar das oficinas gratuitas de duas modalidades de arte urbana – grafite e pulverografia – e oficina de turbante, além das aulas abertas de swing baiano, dança de salão, dança do ventre e tribal. Para o público infantil, a Cia Cuca de Teatro fará apresentações que mesclam teatro e arte circense. Encerrando o dia de atividades, os Dj’s e MC’s da Roça Sound darão uma mostra do som da banda com influência jamaicana, e o cantor e compositor Roberto Kuelho fará show com repertório de sua carreira solo.

Cia Cuca de Teatro – Formada por artistas independentes que trabalham desde 1998 com teatro para a infância e juventude, a Companhia promove ações para divulgação e desenvolvimento do teatro com alto nível artístico e técnico e promove intercâmbios nacionais e internacionais com entidades culturais. O grupo é conveniado com o Governo do Estado da Bahia, através do Projeto Cultura Mais Circo, que é um dos Pontos de Cultura do território Portão do Sertão.

Roça Sound – Influenciados pelo contexto popular jamaicano e pela cultura nordestina, o Roça Sound é um grupo de Sound System (Sistema de Som) composto por DJ’s e MC’s que conduzem gêneros musicais como Ska e Rocksteady, ancestrais do Reggae e Dub, além de batidas mais contemporâneas como Dancehall e Bahia Bass.

Roberto Kuelho – Cantor e compositor feirense, Kuelho fez sucesso como vocalista do grupo Xero Mole e, desde 2016, lançou-se em carreira solo cantando ritmo que ele define como “pop com dendê”, misturando gêneros como axé, reggae, pagode, samba-reggae.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui