Livro barato é no SubMarino

31 de ago. de 2019

Nuvens com gosto de delicadeza




A Rua Doutor Araújo Pinho é praticamente comercial, com 14,36% de estabelecimentos, e está localizada no Bairro dos Olhos D'Água, na cidade de Feira de Santana. Nesta rua encontraremos nuvens, dependendo do tempo, talvez, com algum sabor: bar sem nome, depósitos sem nome, e outros com seus nomes. Memórias da estrada que nos carregam/carregavam para Cachoeira.

Enquanto escrevo, leio e tento sentir o Sabor das Nuvens, dos biscoitos, de um dos deliciosos contos do professor e escritor Aleilton Fonseca, logo, tomei gosto! Pude então ouvir o som da catraca (instrumento que o vendedor de taboca tocava), trac trac trac- assim me recorda Zadir. 

Sim: “aquele cheiro cálido de biscoitos no forno” , do conto de Aleiton me trouxe à gosto a lembrança do estalar crocante e do grudar da delicada taboca no céu da boca. Isso verdadeiramente me deixou nas nuvens percorrendo a Araújo Pinho.

Seguindo, agora o rodopiar da catraca, caminhemos pela rua do Bairro Olhos D’ Água, isto com a boca cheia d’água por recordar daquele canudinho oco, delicado, que sacia por um momento as nossas memórias gulosas.

Para isso, com Todo Sentimento, recordo a música de Chico Buarque, onde trago a corda, aqui amarro, enrolo - jogo e puxo prá beber de um poço “que não se pode ver”(Exupéry). Nele experimentamos o sabor de tantas outras memórias e nos encontramos no trecho da música de Chico: “depois de te perder/ te encontro com certeza/ talvez num tempo da delicadeza”. 

Como no caminhar pelas ruas e sentir o que passa por nós; talvez, um sabor, um desenho, um som, um cheiro. Na Araújo Pinho, uma cena, duas casas antigas (parede meia), duas grandes janelas, nelas, duas vizinhas conversam debruçadas, um quadro que nos remete ao século XIX. Momentos que nos encantam, o debruçar de um tempo sobre o outro, com a intimidade de quem troca xícaras de açúcar.

Com mais de 159 domicílios, a Rua Doutor Araújo Pinho, até 629/630 caracteriza-se por 100 % de domicílios constituídos de casas, sobrados, e um até mais, como a delicadeza da música de Chico: [...] Pretendo descobrir, no último momento/Um tempo que refaz o que desfez”, seja vivendo de Perfeitas Memórias ou provando do Sabor das Nuvens[...] “Apenas seguirei como encantado (a) ao lado teu”. Sigo bebendo da fonte, saboreando a taboca, de onde brotam os olhos da rua.

(O Sabor das Nuvens - do livro O Desterro dos Mortos (Relume Dumará), 001)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui