Livro barato é no SubMarino

4 de ago de 2019

Ana Cañas, Larissa Luz e Renato Braz levam música e poesia para a 4ª Feira Literária de Mucugê na Chapada Diamantina



As noites da Feira Literária de Mucugê (Fligê) serão animadas por música e poesia no palco montado na Praça dos Garimpeiros. Este ano, a Fligê leva para a Chapada Diamantina as cantoras Ana Cañas e Larissa Luz e o cantor Renato Braz, acompanhado por Mário Gil. O evento, que acontece de 15 a 18 de agosto, é uma realização em parceria do Instituto Incluso, Coletivo Lavra e Governo do Estado.


Ana Cañas levará para o palco da feira literária a sua voz engajada, abordando temas, como o direito das mulheres, presentes no seu mais recente trabalho, o disco Todxs. Dirigido pela própria cantora, o espetáculo tem no repertório as músicas que se destacaram na carreira da artista, como “Respeita”, “Pra você guardei o amor” e “Urubu Rei”. A cantora também recitará poemas entre uma canção e outra.

Representante da música negra contemporânea da Bahia, Larissa Luz é dona de uma performance marcante nos palcos. No show Trovão, a soteropolitana apresenta em Mucugê um ritual baile que propõe conexão do sublime com o terreno, atualizando mitos yorubás e conduzindo um encontro entre som e movimento na pista. 

Já o cantor e compositor paulistano Renato Braz apresenta um repertório que passeia por sua trajetória musical, incluindo canções do disco lançado em 2018, “Canto Guerreiro, Levantados do Chão”. Renato coleciona prêmios desde a sua estreia, em 1996, como o 5º Prêmio Visa de MPB (2002) e o Prêmio Rival Petrobras na categoria Cantor Popular (2006).

Como já faz parte da tradição, no fim da tarde do domingo (18), a música instrumental que será a trilha sonora do encerramento, com um concerto regido pelo maestro João Omar de Carvalho Mello.

SERVIÇO

Shows - Fligê 2019

16/08 (sex) 

-  21h: Renato Braz 

-  22h: Ana Cañas


17/08 (sáb) 

22h: Larissa Luz

Local: Praça dos Garimpeiros - Mucugê, Chapada Diamantina (BA)

Entrada gratuita




O poeta baiano Castro Alves será o grande homenageado da 4ª edição da Feira Literária de Mucugê (Fligê), que será realizada de 15 de 18 agosto, no município da Chapada Diamantina. Entre os convidados já confirmados para o evento estão Mailson Furtado, vencedor do Prêmio Jabuti 2018; Jarid Arraes, uma das mais jovens escritoras da literatura brasileira contemporânea; Aleilton Fonseca, poeta, romancista e ensaísta, e Noemi Jaffe, autora, professora e crítica literária. O evento é uma realização em parceria do Instituto Incluso, Coletivo Lavra e Governo do Estado.

A solenidade de abertura será realizada, às 20h, no dia 15, no Centro Cultural de Mucugê, com a conferência Castro Alves: o filho da terra em imagens afrofuturistas, comandada pelo dramaturgo e estudioso da obra do poeta Edvard Passos. Às 22h, acontece o Sarau do Poeta, com a participação do ator Jackson e dos músicos Sidney Argolo (percussão), Joaquim Carvalho (violão e voz) e Dinho Sant’Ana (violino e bandolim).


Programação das Mesas Conversa:

16 de Agosto – Sexta
10h30 – Mesa de Conversa I – Afrofuturismo: o devir negro e a literatura
Quais interpretações sobre as diásporas africanas podem nos ajudar a reconciliar a história de nossa ancestralidade e, ao mesmo tempo, fornecer ferramentas para a construção de novos futuros, de futuros possíveis para outras utopias afrocentradas e poéticas?
Jamille Borges | Wesley Correia | Zulu Araújo (mediação)
Sessão de autógrafo com os escritores

14h – Mesa de conversa II – Quem escreve e se afeta em Castro Alves
Castro Alves como mote da palavra e personagem para a produção literária baiana nos gêneros romance, poesia e teatro. A partir de fatos biográficos, apresenta-se a convivência na sociedade do século XIX, a dimensão performer e a infância da Castro Alves.
Saulo Dourado | Edvard Passos | Adelice Souza | Sérgio Farias (mediação)
Sessão de autógrafo com os escritores

17 de Agosto – Sábado
10h30 – Mesa de conversa III – Ânimo de invenção e tradição literária
Duas gerações de escritores baianos compõem personagens em itinerâncias errantes, imagens de infância, êxodo, escravidão e vários sertões como ponto de convergência para a narrativa literária.
Aleilton Fonseca | Itamar Vieira Júnior | Carlos Ribeiro (mediação)
Sessão de autógrafos com os escritores

14h – Mesa de conversa IV – O que ainda estamos sonhando?
Gramáticas poéticas da linguagem em escrita de exílios, memórias e reinvenção da palavra.
Noemi Jaffe | Sarah Rebeca Kersley | Rita Queiroz (mediação)
Sessão de autógrafos com as escritoras

18 de Agosto – Domingo
10h – Mesa de Conversa V – Matérias de escrita: mistério, ficção e encantamentos
Mitos, seres, coisas, lugares como mobilizadores de invenção e criação literária.
Breno Fernandes | Franklin Carvalho | Rosana Patrício (mediação)
Sessão de autógrafos com os escritores

14h – Mesa de Conversa VI – Na ContraCorrente: Arquibancadas e curtidas da palavra
Quais efemeridades e asperezas compõem o imaginário poético nas paisagens periféricas e urbanas? Encontro de escritoras que adotam medidas e suportes distintos para a produção e circulação da poesia.
Meimei Bastos | Deisiane Barbosa | Camila Moreno (mediação)
Sessão de autógrafo com as escritoras



Fonte: Secult Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui