Livro barato é no SubMarino

3 de fev. de 2019

‘Movimento tropicalista’ é tema de encontro do projeto Caetanear



O projeto Caetanear promove a segunda edição do ciclo de palestras gratuitas “Outras Palavras”, no próximo dia 5 de fevereiro, às 19h, na Casa Rosada (Barris). Nesta edição o cantor e pesquisador Carlos Barros, com a participação de Gabriel Barros, irá abordar o “Movimento Tropicalista”. O evento ainda contará com performances de diversos artistas envolvidos em outra atividade do projeto,a oficina de dança “Território Instável”.


Na apresentação "Enquanto seu lobo não vem: A Tropicália de Caetano e uma invenção de país", o artista e pesquisador fala sobre a Tropicália a partir da presença de Caetano Veloso como artífice e protagonista do movimento, apontando características marcantes e desenhos estéticos/políticos que se notabilizam no que se pode chamar de "ethos tropicalista" na obra de Caetano.

Uma percepção sobre influências da Tropicália em alguns outros artistas também reafirma a relevância de Veloso para o que ele mesmo chama "linha evolutiva da música brasileira", atestando seu lugar de referência na recente história dessa manifestação cultural. Entremeando as falas, Carlos Barros - acompanhado do guitarrista Gabriel Barros - interpreta algumas canções, orientando um sentido sócio-antropológico para a apreciação da Tropicália como uma possível chave interpretativa de importantes aspectos da obra de Caetano Veloso.

"Caetano Veloso é um artista de importância fundamental para o entendimento da cultura e sociedade brasileiras na segunda metade do século XX e início do XXI. Sua presença irrompe com força e verdade, propondo caminhos e redimensionando outros, desde os anos sessenta até os dias atuais. O projeto Caetanear é uma ação inteligente, sensível e propositiva que toma a arte de Caetano como mote poderoso para nos instigarmos a sermos mais que a mediocridade que berra no Brasil "oficial" hoje. Caetanear é um verbo intransitivo que não precisa dar respostas. Suas questões são muito mais brilhantes!", resume Carlos Barros.

A aula show de Carlos Barros será aberta pelas cenas-performances resultantes da oficina de dança Território Instável, ministrada por Clara Garcia.  Das ruas do entorno até os espaços internos da Casa Rosada, mais de 15 intérpretes compartilharão suas criações mobilizadas pela obra poético musical de Caetano Veloso.

Sobre Carlos Barros

Carlos Barros é cantor, graduado em história e mestre em ciências sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pesquisador das relações entre música popular e sociabilidades, lançou em 2016 o livro "Doces e Bárbaros: um estudo sobre construções de identidades baianas", pela editora Pinaúna.

Tem dois álbuns gravados; Cantiga vem do céu (2009) e Antes da próxima estação... (2014), disponíveis nas principais plataformas digitais. Atua como intérprete de música brasileira e professor de história e sociologia.

Sobre o projeto
  
O projeto é resultado de um processo de pesquisa, que envolve criação e experimentação de diversas formas expressivas cênico-cinematográficas, a partir do legado de Caetano Veloso nos seus mais de 50 anos de atividade artística. Toda a obra e história de vida de um dos mais importantes poetas, filósofos, músicos e escritores brasileiros irá servir de inspiração para mais de 100 artistas envolvidos em Caetanear. Dentre as ações artísticas, ainda serão realizadas oficinas, três palestras, mostra de filmes, performances, festa, ensaios abertos e show.

Caetanear é um projeto desenvolvido pela sinergia e união do Território Sirius Teatro, União Instável Criações, Voo Audiovisual, Digital Film e Multi Planejamento Cultural. O projeto foi contemplado no Edital Gregórios, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador e no programa Iberescena 2019 – Apoio à Coprodução de Espetáculos Iberoamericanos de Artes Cênicas.

Mais informações no site www.territoriosirius.com.br.

Serviço:

Outras Palavras com Carlos Barros
"Enquanto seu lobo não vem: A Tropicália de Caetano e uma Invenção de País" com participação Gabriel Barros + performances da oficina de dança Território Instável.
Data: 5 de fevereiro
Horário: 19h
Local: Casa Rosada (Tv. dos Barris, 30 – Barris)
Gratuito
Fonte: Biz Comunicação Integrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui