31 de out de 2018

Poeta feirense Weslley Almeida vence etapa nacional do IV Festival Castro Alves de Poesia

Candidato da Bahia vence etapa nacional do IV Festival Castro Alves de Poesia

O concurso teve 116 inscritos de 16 estados diferentes do Brasil

Candidato da Bahia vence etapa nacional do IV Festival Castro Alves de Poesia
Com aumento de 30% no número de inscrito em 2018, o IV Festival Castro Alves de Poesia reuniu 116 poemas inéditos de autores de 16 Estados diferentes do Brasil. Nesta terça-feira (30) foi divulgado no Diário Oficial de Primavera do Leste (Dioprima) o resultado da Categoria Nacional.
A classificação de 1º lugar ficou para o baiano Weslley Moreira de Almeida, de 35 anos. A segunda colocação foi ocupada por Oly Cesar Wolf, 42, do Estado do Paraná. Já a terceira posição foi garantida por um participante do Rio de Janeiro/RJ, Ronaldo Cupertino de Moraes, de 66 anos.
Os vencedores recebem premiação em dinheiro. Para o terceiro lugar o valor é de R$ 400, para o segundo colocado R$ 800 e para a primeira posição R$ 1.500.
As avaliações foram feitas por profissionais com amplo conhecimento na área de livros e literatura: Tereza Helena – atriz, escritora, produtora cultural e idealizadora do Projeto Parágrafo do Cerrado; Marli Walker – formada em Letras, doutora em Literatura e Práticas Socias, Professora no instituto Federal de Mato Grosso (IFMT – polo Cuiabá), membro da Academia Mato-grossense de Escritores e professora no Programa de Mestrado em Letras na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); Cris Campos – graduada em Letras e mestre em Educação pela UFMT, doutora em Educação pela universidade de São Paulo (USP), professora de Língua Portuguesa e Literatura no IFMT, polo Cuiabá e membro da Academia Mato-grossense de Escritores.
As juradas levaram em consideração a originalidade e criatividade, além de exposições de recursos inerentes à poesia, como: métrica; rima; ritmo; riqueza no uso de figura de linguagem; metáforas; quebras e qualquer outros aspectos que fortaleçam a originalidade e criatividade da poesia.

OS VENCEDORES

O primeiro colocado, Wesley, é morador de Feira de Santana/BA. Ele tomou conhecimento do festival por meio do blog “Concursos Literários” e, assim, decidiu inscrever o poema “A Confecção do Óbvio. Escritor há 10 anos, ele tem cinco livros publicados e se orgulha em dizer que foi vencedor de prêmio na Academia de Letras de Ilhéus.
A última obra publicada por Weslley é “Pétalas, Talos e Espinhos”. Ele explica que a inspiração para escrever vem da leitura e do espanto diante da vida, que o torna sensível para capitar as coisas mínimas e transformar em discurso poético.
Já o segundo colocado é da cidade de Campo Largo/PR. A arte está na veia, Oly Wolf também é músico. Parte do tempo ele dedica ao próprio comércio e atualmente cursa Letras Português/Inglês e História.
“Minha primeira experiência com a literatura se deu por meio da cultura Pop, quadrinhos e letras de música. Na adolescência comecei a sentir necessidade de me expressar de alguma forma, e foi assim que se deram as minhas primeiras tentativas literárias, escrevendo letras de música. Com o passar dos anos comecei a explorar outros gêneros literários, como conto, poesia, romance e pequenos textos de humor”, comenta Wolf.
Oly tem uma página de humor no Facebook, “O Grande Niestévisky”, um personagem que é criação dele há mais de 10 anos. No ano de 2017 começou a participar de concursos com seus contos e poemas, que antes ficavam guardados em gaveta. De lá para cá ele já recebeu nove classificações. No Festival Castro Alves a classificação veio por meio do poema “Circular”.
Diferente dos dois primeiros colocados, o carioca Ronaldo de Moraes, além de escritor e poeta é arquiteto e urbanista, diretor de teatro e dramaturgo. Ele já recebeu diversos prêmios em concursos pelo Brasil. Ronaldo, que carrega o pseudônimo de Giany Bastiany é também autor do livro de contos “A espessura da Pele”. No festival Castro Alves ele apresentou o poema “Fuga”. Atualmente ele produz poemas, um romance titulado “O Continente Verde” e diversos contos.
O FESTIVAL
O evento é uma realização da Prefeitura de Primavera do Leste, por meio da Secretaria de Cultura, Juventude e Lazer (Secult) e Secretaria Municipal de Educação e Esportes (SMEE). A edição 2018 contou com a participação de 230, sendo parte alunos de escolas municipais, estaduais e particulares da cidade.
Poemas de autores renomados e obras autorais foram declamadas no Plenário da Câmara dos Vereadores, no dia 25 de outubro, fazendo valer o objetivo do Festival, que é mobilizar a classe artística, instituições culturais, escolas, academias, projetos e associações para ampliar a arte de criar e declamar poemas. Ao todo foram 80 declamações.
Foram mais de 40 premiações para quatro modalidades: Declamação; Declamação Livre; Poema Inédito; e Concurso Nacional de Poesia Inédita. Nesta última categoria o Concurso teve participantes de poetas de 16 Estados do Brasil. São Paulo foi o Estado que mais teve participantes, com 24 inscrições. Em seguida, as duas maiores participações foram dos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, com 19 inscrições cada. Também participaram os Estado do Paraná (10), Bahia (10), Rio Grande do Sul (8), Mato Grosso (7) – sendo seis de Primavera do Leste e um de Poxoréu – Ceará (4), Rio Grande do Norte (3), Santa Catarina (3), Pernambuco (3), Amazonas (2), Maranhão (1), Distrito Federal (1), Espírito Santo (1), e Goiás (1).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!