20 de set de 2018

Espetáculo Palavra de Mulher comemora 10 anos na Caixa Cultural Salvador

Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa interpretam personagens femininas da obra de Chico Buarque | Foto: João Caldas


A CAIXA Cultural Salvador apresenta, de 26 a 30 de setembro (quarta-feira a domingo), temporada do espetáculo Palavra de Mulher, protagonizado pelas atrizes Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa. Revisitar o universo feminino a partir das canções de Chico Buarque, em um misto de show e teatro: essa é a ideia do espetáculo, que já passou por mais de 50 cidades no Brasil e comemora 10 anos em turnê pelo Norte e Nordeste.

Em cena, Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa emprestam corpo e voz a tantas outras mulheres para, num clima de cabaré, falar, através da música, de amores, dores de amores, esperança, solidão, encontros, desencontros, sedução, felicidade, força, abandono, liberdade, sonhos e conquistas. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e estarão à venda para todas as sessões na bilheteria da Caixa, unicamente no dia 26, a partir das 9h.

Empoderamento feminino:
Num momento em que a condição e o empoderamento da mulher estão no centro dos debates sociais, o espetáculo se apresenta como um estímulo à reflexão sobre tão relevante tema. Acompanhadas pelos músicos Ogair Júnior, Ramon Montagner e Robertinho Carvalho, as cantoras trazem um repertório que inclui músicas como “À Flor da Pele”, “Teresinha”, “Palavra de Mulher”, “O Meu Amor”, “Folhetim”, “Atrás da Porta” e “Tatuagem”.

O espetáculo tem concepção e direção geral de Fernando Cardoso. Com adereços e objetos cênicos, as atrizes/cantoras se revezam em interpretações em trio, duo e solo. “Elas são artistas com personalidades diferentes, porém se harmonizam de uma forma fora do comum. As três têm qualidades singulares e, juntas, provocam um resultado de grande beleza”, enfatiza Cardoso.

Palavra de Mulher conquistou a crítica e arrebatou o público por onde passou. Mais de 250 mil pessoas já assistiram ao espetáculo. Em 2014 recebeu 4 indicações ao prêmio Bibi Ferreira nas categorias de melhor musical brasileiro, melhor diretor (Fernando Cardoso), melhor diretor musical (Ogair Júnior) e melhor atriz (Tânia Alves).

Intimidade com Chico:
Essa não é a primeira vez que as atrizes estão inseridas em um trabalho que envolve a obra de Chico Buarque. Todas, de alguma maneira, estão ligadas ao compositor. Lucinha Lins já foi a vilã Vitória-Régia (Ópera do Malandro) e a prostituta Nancy (O Corsário do Rei). No cinema, fez Os Saltimbancos Trapalhões, baseado na peça Os Saltimbancos, de Chico Buarque.

Tania Alves gravou seu primeiro disco por intermédio de Chico Buarque e já interpretou Terezinha (Ópera do Malandro) e Bárbara (Calabar). Em seus discos, sempre gravou músicas de Chico, como “Tatuagem” e “Pássara”. Já Virgínia Rosa gravou “Basta Um Dia” e cantou diversas outras canções de Chico Buarque em seus shows.

Incentivo à cultura
A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Salvador foi inaugurada em 1999, no prédio datado do século XVII, que já abrigou a antiga Casa de Orações dos Jesuítas e onde, ao longo da história, já trabalharam personalidades como Glauber Rocha, Caetano Veloso e Lina Bo Bardi. Após ser tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e restaurada pela CAIXA, a Casa hoje oferece ao público duas galerias de arte, um anfiteatro, um salão para espetáculos, uma sala para eventos e uma sala de oficinas, constituindo importante espaço de difusão cultural localizado no centro de Salvador.

Informações e entrevistas:
Gisele Santana – (71) 98872-5492 | (71) 99234-2581| jornalismo.gi@gmail.com

Serviço:
Teatro – Palavra de Mulher (com Tânia Alves, Lucinha Lins e Virgínia Rosa)
Período: 26 a 30 de setembro (quarta a domingo)
Horário: às 20h, de quarta-feira a sábado, e às 19h, no domingo.
Local: CAIXA Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, 57, Centro)
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Bilheteria: venda de ingressos a partir das 9h de quarta-feira (26), para todas as sessões
Classificação indicativa: não recomendado a menores de 10 anos
Informações: (71) 3421-4200
Conveniência: estacionamento gratuito ao lado.

10/09/2018
Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Salvador (BA)
(71) 3421-4200


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!