2 de jul de 2018

Porque pois perguntais




Porque pois perguntais 
Se sente ódio o poeta 
Ao cumprir seu destino
De explodir em palavras?

Não sabeis que 
Se alimenta de sentimentos
Para ao cabo dar em poesia?
Existiria pois poesia sem ódio
Sem amor, sem cor, sem perdão, sem oposição, sem excessos?

Pobre mortal de mente fútil e pensamento limitado. Toda poesia chora ou gargalha, ou ri, ou entristece. Ou então são meras palavras.

By: Nara Mascarenhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!