19 de jun de 2018

Só de pensar-te estremeço


Só de pensar-te estremeço
Sentir o feu do céu que é amar-te
A flor que em mim desabrocha

Da vida em prisão perpétua que me deste ao navegar-te

Sair dos teus braços: opção macabra.
Sucumbe minh'alma de uma tão grande dor amável.

O vício de querer-te me entorpece.
Encontrar-te em meus sonhos, perdido amor, é jamais querer acordar.

By: Nara Mascarenhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!