FNO

19 de abr de 2018

Passeata pela vida deixa pegadas de paz e sinaliza esperança nas ruas de Feira de Santana


A Passeata Evangelística Proclamando Vida fez ecoar nos quatro cantos da região sul de Feira de Santana um grito de paz, um canto de alegria, fé e esperança. Realizada pela juventude da Assembleia de Deus, área 2, pastoreada pelo Pr. Roberto Brandão, o evento reuniu, no último final de semana, centenas  de jovens e adolescentes que, com cartazes, faixas e aquela vitalidade que lhe é peculiar, percorreram diversas ruas na região do Tomba.


Ao som dos ministérios de louvor Gêneses, Tabernáculo, Walleff, Henrique Peterson e Getsemani, os jovens saíram da Rua El Salvador, próximo ao conjunto Liberdade, onde fizeram orações específicas para que o espírito da morte fosse repreendido, e seguiram cantando, dançando até a avenida 2 do Feira VII, na qual realizaram o momento do jubileu da igreja, que em julho próximo (18 a 23) celebra 50 anos de história.
Consagradas canções do segmento evangélico como “Cadeias quebrar”; “Maranata”; “Lindo és + Só quero ver você”; “Para que entre o Rei, Jesus o Rei da glória, eu abro o meu coração”; “A alegria do Senhor é a nossa força” e tantas outras, compuseram o repertório que era cantada em uníssona voz pela multidão seguia em ritmo de marcha e no compasso da adoração.
Enquanto isso, um grupo de jovens realizava a blitz do abraço e da oração. Este grupo entrava nos bares, estabelecimentos comerciais e oferecia abraço grátis, oravam pelas pessoas que estavam sofrendo e ministrava sobre elas uma palavra de salvação, cura e libertação dos vícios. “Mais de 3 mil pessoas foram alcançadas com um abraço, uma palavra ou com um panfleto falando sobre o verdadeiro sentido da vida, do ser e do existir”, afirmou o presbítero Danilo Guerra, coordenador do evento.
Outro ponto alto do evento foi a participação de centenas de crianças, que fizeram brotar no solo da cidade princesa as sementes da esperança de que Feira de Santana tenha um futuro melhor e com menos atos violentos. Em um trenzinho, organizado pela direção do Orfanato Evangélico de Feira de Santana, animado pelo grupo Amiguinhos de Cristo, as crianças também mostraram que a verdadeira paz só se encontra em Jesus. O cortejo foi acompanhado por policiais militares da 67ª CIPM, uma ambulância e por prepostos da Superintendência Municipal de Trânsito – SMT.
Por fim, o missionário Carlos Henrique trouxe uma reflexão abordando questões relacionadas à finitude da vida e a importância das pessoas tomarem decisões acertadas durante seu ciclo vital. “Precisamos entender que as drogas e o tráfico não trazem felicidade, para adquiri-la é preciso tomar a decisão certa que é optar racionalmente por seguir a Jesus, o príncipe da Paz”, afirmou durante seu sermão, antecedido por diversas apresentações de coreografia realizadas pelos grupos Renascer, Jardim Fechado e Agnus Dei.
Cerca de 15 líderes de grupos de jovens da família Ujadefs – área 2, se uniram e formaram uma grande rede de cooperação para que o evento acontecesse com êxito. Eles deixaram impregnado na mente e no coração de todos que acompanharam a passeata ou que, simplesmente, a via passar de dentro das suas casas, que a cultura da verdadeira paz começa dentro de cada um de nós quando começamos a enxergar o outro com o olhar do coração. “Por mais iniciativa como esta”, gritavam muitos no meio daquela multidão.

Enviado por Danilo Guerra  - Professor Repórter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!