FNO

21 de abr de 2018

Cantor Vitinho é mais um estreante da Micareta de Feira de Santana

A Micareta de Feira de Santana, tradicionalmente, é uma grande reveladora de artistas. E em 2018 não será diferente. O cantor Vitinho fará a sua estreia na Micareta de Feira, sábado (21), 00h, no Palco Jota Morbeck.
Tendo iniciado a sua carreira musical como tecladista de igreja, aos nove anos, Vitinho começou a sonhar com a possibilidade de se profissionalizar e se tornar um artista renomado, desejo esse que ele não esconde.
“Quando comecei a tocar, a vontade de sair para fazer apresentações começou a aumentar. Veio também a vontade de ir embora para me apresentar em lugares diferentes, conhecer pessoas, novos músicos. Mas aí as dificuldades na escola começaram a aparecer e meus pais começaram a me bloquear um pouco da música. Foi um período difícil”, lembrou.
O desejo de ir embora se concretizou. Vitinho, aos 16 anos, saiu de casa traçando objetivos maiores e em busca de novos rumos, tentando realizar o seu sonho de se concretizar no ramo musical.
“Com 16 anos, já tocando sanfona, saí de casa sem nada. Sem teclado, sem sanfona. Nada! Fui pra Irecê. Chegando lá, tive que me virar para comprar meu primeiro instrumento e ainda esperar uma oportunidade de mostrar o meu trabalho para alguém. Lavei carro, dirigi carro de som, fiz vinhetas em estúdios de rádio, trabalhei em loja de calçados e confecções, vendi seguro de porta em porta, até conseguir juntar um dinheiro e comprar uma sanfona”, disse o forrozeiro.
Todo esforço feito por Vitinho deu resultado. Quando conseguiu comprar o seu instrumento, o cantor teve a oportunidade de mostrar o seu trabalho a um outro cantor que, por acaso, passou por um local “inusitado” onde ele cantava.
“Nessa loja de calçados e confecções onde eu trabalhava, eu levava a minha sanfona todos os dias, na esperança de passar um cantor e me ver cantando. Todo mundo achava que era loucura minha. Até que um dia, um cantor chamado Murilo Lima passou pela loja, me viu tocando e me convidou para um ensaio. Foi nesse ensaio que ele me deu a oportunidade de apresentar o meu trabalho”, contou Vitinho.
O forrozeiro fez parte da Banda Colher de Pau, onde ele teve a sua primeira chance de cantar. “Fui pra Salvador ser sanfoneiro da Colher de Pau. Cheguei cedo no ensaio e comecei a tocar sanfona e cantar. Valdo Chamusca viu e já falou que eu seria o novo cantor da banda, estipulando valor de salário e tudo mais”, falou.
Além da Banda Colher de Pau, Vitinho participou de bandas como Forró Saborear, Catuaba com Amendoim e agora se apresenta em carreira solo, o que o forrozeiro assegura ser uma experiência melhor do que ele imaginava. “Você sabe de tudo que acontece, não depende de ninguém, tem autonomia no seu trabalho, sem contar a evolução, que está sendo maior do que eu esperava”.
Para a Micareta de Feira, Vitinho levará um repertório diversificado, não só com músicas de forró, mas sertanejo, arrocha, pois considera ter uma voz versátil e que consegue abranger todos esses estilos.

Enviado por Reginaldo Júnior
Fonte: MF Assessoria de Comunicação 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!