2 de mar de 2018

Rádio Sociedade News de Feira de Santana inaugura oficialmente frequência FM 102.1

Foto: Peterson Macêdo

A Fundação Santo Antônio, através da Rede de Rádio de Comunicação (RRC), inaugurou oficialmente no último dia 28 de fevereiro, no espaço Spazio Eventos, a Frequência Modular (FM) 102.1 da Rádio Sociedade News, concluindo assim o processo de migração AM-FM da emissora. A cerimônia de lançamento foi precedida pela missa de Ação de Graças realizada na última terça-feira (27/02), na Igreja de Santo Antônio.

Estiveram presentes na solenidade o Secretário Estadual de Comunicação Social, André Curvello, o Secretário Municipal de Comunicação, Valdomiro Silva, o Presidente da Fundação Santo Antônio e Provincial dos Frades Menores Capuchinhos Bahia/Sergipe, Frei Liomar Pereira, o arcebispo metropolitano de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro, o presidente da Associação Baiana de Emissoras de Rádio e Televisão, Fernando Henrique Chagas, o Superintendente da Fundação Santo Antônio, Frei Vandei Santana e diversas outras autoridades da comunicação, da Fundação, além de anunciantes, parceiros e funcionários da RRC

Iniciada em 21 de fevereiro deste ano, a migração representa maior integração da rádio com plataformas digitais, oferece aos ouvintes maior qualidade sonora em relação à frequência anterior e permite aos ouvintes escutar a Sociedade News também através do aplicativo de rádio dos celulares, sem precisar de internet. Vale lembrar que a emissora conta também com um aplicativo oficial disponível para download no Google Play e Apple Store.

Segundo o Superintendente da Fundação Santo Antônio, Frei Vandeí Santana, a frequência AM será desativada no dia 12 de Março. “Com a migração quem tem a ganhar é o ouvinte, depois os profissionais que trabalham na Rádio. É claro que a gente vai renovar a grade e a programação, mas continua a mesma identidade só que com a melhoria. É mais qualidade com a credibilidade de sempre. A Rádio Sociedade merecia isso”, afirmou.
Dados oficiais dos Ministérios das Comunicações garantem que existem no Brasil em torno de 1,7 mil rádios em AM, das quais mais de 70% (1.381) optaram por fazer seus processos de migração. Em Feira de Santana, a Rádio Sociedade é pioneira na mudança.

De acordo com o diretor de Rádio da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), Eduardo Cappia, "esta migração não é obrigatória, mas a maioria das emissoras acredita na migração como uma maneira de preservarem seus conteúdos”.

O Secretário Estadual de Comunicação Social, André Curvello, acredita que “a era digital está norteando os rumos da radiodifusão no Brasil.” Segundo ele, “é muito importante para a sociedade ter veículos integrados à era digital que consigam prestar serviços através de informação, entretenimento e bom exemplo”

O presidente da Associação Baiana de Emissoras de Rádio e Televisão, Fernando Henrique Chagas, falou sobre a força do rádio e a importância da migração “As pesquisas realizadas pelo IBOPE mostram a força do rádio no Brasil, na Bahia e no mundo. Toda emissora que escolheu fazer a migração saiu na frente”, disse.

Findado o processo, o trabalho da Fundação através da Rede de Rádio de Comunicação não acaba. O próximo passo, segundo o Frei Vandeí, é efetuar a migração também na rádio Caraíba AM, do município de Senhor do Bonfim/BA.

Enviado por Peterson Macêdo
Fonte: Jornalismo RRC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!