FNO

8 de jan de 2018

Em 2017, pequenos negócios baianos geraram cerca de 12 mil empregos

Micro e pequenas empresas do estado têm melhores resultados do Nordeste, segundo dados do Caged, até outubro

Danielle Cristine

Puxando a geração de emprego na Bahia, as micro e pequenas empresas (MPE) do estado acumularam saldo positivo de 11.911 empregos em 2017, de janeiro a outubro. O saldo é o maior do Nordeste no período, com os pequenos negócios do Ceará em seguida, com 8.993 postos criados. Os dados são de levantamento feito pelo Sebrae com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O resultado positivo é animador para o universo dos pequenos empreendedores. Em outubro de 2016, por exemplo, os pequenos negócios do estado haviam registrado a perda de 1.746 vagas de emprego. Já no mesmo mês, em 2017, os dados apontam a criação de 1.878 vagas de emprego pelas MPE baianas, concentradas em sua maioria nos setores de comércio e serviços.

Entre as médias e grandes empresas (MGE), o saldo no período ainda é negativo, com menos 4.683 postos de trabalho.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!