9 de dez de 2017

Festival Bahia Jazz de 14 a 16 de dezembro em Feira de Santana



“Quem procurava uma oportunidade para ouvir boa música, já pode sair da toca pra curtir o som de grupos baianos de muita qualidade reunidos neste projeto”, conta Marcos Sampaio, um dos idealizadores do Festival Bahia Jazz em sua primeira edição. O evento que também valoriza a experimentação e a liberdade musical acontece nos próximos dias 14, 15 e 16 de dezembro na Cúpula do Som Studio Bar, em Feira de Santana/BA e acolhe nomes que alcançaram expressão nacional em suas experiências musicais, inclusive, de autoria própria.

Atrações confirmadas

Na grade do Festival, estão atrações como Aîace, vocalista da banda soteropolitana Sertanília, que acabou de lançar o seu primeiro disco solo “Dentro ali”. O álbum tem composições suas e participações de nomes como Lazzo Matumbi na canção “Nega Margarida (Ê Menina)” e o saudoso Luiz Melodia na canção “Samba é sacerdócio”. Um disco que flerta com ritmos afro-baianos, pop, MPB, reggae, jazz, rock...

Já a banda Baiana Bossa garante fazer uma prévia do show do Natal Encantado (20.12) no último dia do Festival Bahia Jazz, sábado (16.12), que começa uma hora mais cedo. Lorena Porto (voz), Cid Fiuza (violão e guitarra), Anselmo Roberto (contrabaixo), Cesinha Miranda (bateria), os clássicos da bossa nova, samba, jazz, da música do nordeste e as interpretações marcantes dessa turma de veteranos da música brasileira estarão de volta ao palco da Cúpula em um show que promete ser ainda mais intenso que as apresentações da temporada do projeto Quinta dos Bossais.

Não poderiam faltar na grade deste Festival destaques da música instrumental baiana como o grupo Santini & Trio, ganhador do Prêmio Caymmi 2017 em duas categorias, e o grupo Quaternária, grande incentivador da música instrumental e que ganhou notoriedade com o projeto JAM na CUCA em Feira de Santana. Os dois grupos acumulam em seus currículos importantes participações em festivais e eventos de música, a exemplo da JAM no MAM (Salvador/BA) e do Recôncavo Jazz Festival (Cachoeira e Muritiba/BA).

Outra atração que já circulou Brasil afora e tem presença confirmada no Festival Bahia Jazz é o grupo Matita Perê, na estrada há 17 anos. Este show pretende trazer para o palco da Cúpula do Som o clima do disco “Reino dos Encourados”, lançado este ano de 2017 com composições do poeta feirense Giberval Melo. Borega (voz e violão), Rafael Galeffi (voz e viola) e Luciano Aguiar (violão e voz) trazem uma apresentação repleta de referências ao sertão.

O som da SAL tem a cara deste projeto e, também por isso, é uma das atrações mais esperadas. É diversidade rítmica e sonora, é musicalidade criativa e sem rótulos, é pulsação e liberdade. O groove da banda no Festival fica por conta de Kleyde Lessa (voz e violão), Danilo Sampaio (guitarra), Marcos Sampaio (contrabaixo), Flaviano Galo (bateria), Bel da Bonita e Ramiro Barbosa (percussão).

O pianista feirense Tito Pereira dá uma pausa nas suas experiências musicais em São Paulo para fazer uma apresentação marcante no Festival. Preparou para este projeto um show especial de pré-lançamento do seu trabalho solo com canções de sua autoria e clássicos do jazz internacional e brasileiro. Será uma prévia do disco “Alegria”, já em fase de produção e com lançamento oficial previsto para o fim do primeiro semestre de 2018.

SERVIÇO:

QUANDO? Quinta e sexta (14 e 15.12) às 21h e sábado (16.12) às 20h.
ONDE? Cúpula do Som (Rua Domingos Barbosa de Araújo, 750 - Kalilândia. Feira de Santana/BA. Vizinho à Localiza).
QUANTO? R$ 20,00 (individual) R$ 40,00 (passaporte todos os dias).
Mais informações e ingressos pelo WhatsApp 75 99249.2402.

Enviado por Redação | Culturasss











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui