28 de out de 2017

Definida programação do Novembro Negro 2017 em Feira de Santana



Um seminário sobre “O Racismo no Século XXI - reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, marca as comemorações pelo Novembro Negro em Feira de Santana, dentre as ações promovidas durante todo o mês pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). O evento será realizado no dia 28 de novembro, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, das 8h às 17h30.

As atividades promovidas pela Sedeso dentro do Novembro Negro têm início no dia 1º, com palestra e roda de conversa promovidas pelo Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Queimadinha no Colégio Municipal Joselito Amorim, pela manhã e à tarde. A mesma programação se repete no dia 9, no Colégio Iêda Barradas Carneiro.

Já no dia 7 será a vez do CRAS Baraúnas promover palestra e roda de conversa com a comunidade em sua sede, das 15h às 17h. E no dia seguinte leva a mesma programação para a Escola Eduardo Fróes da Mota e apresentação de grupo de dança afro, das 9h às 10h30.

Também no dia 7 o CRAS Rua Nova promove palestras, apresentação do grupo juventude negra do CRAS São José e de grupo de dança afro, uma ação com produtos de beleza para as mulheres negras e outras, das 8h às 17h.

O Centro de Referência Maria Quitéria (CRMQ) também estará integrado às ações da Sedeso com a promoção de palestras, consultas, dança afro, uma ação de produtos de beleza para as mulheres negras, das 8h às 17h do dia 8 de novembro. Ainda no dia 8, o CRAS Pampalona promove palestras e outras ações com a temática população negra, das 14h às 17h.

E no dia 9, palestras e outras ações com a temática serão levadas para a Escola Estadual Padre Vieira, das 14h30 às 16h30. Enquanto isso, no dia seguinte, as ações serão levadas ao povoado de Fazenda Candeal II, no distrito da Matinha, onde serão promovidas palestras e roda de conversa com a temática Racismo do Século XXI, das 10h às 11h30.

Palestras, grupo de dança afro, uma ação de produtos de beleza para as mulheres negras e outros também serão promovidas pelo CRAS Fraternidade, no dia 11, das 8h às 17h.

No dia 13, a programação fica por conta do CRAS Mangabeira, com a programação de roda de conversa com a comunidade na sede do equipamento, com a temática do racismo no século XXI. Já no dia 16, o evento será promovido no CRAS do George Américo, com roda de conversa com a comunidade e apresentação de um filme sobre o racismo e outras, das 14h às 17h.

No dia 17, a programação segue com palestra e roda e conversa para os alunos da Escola Estadual Edite Gama Mendes de Abreu, das 15h ás 16h. No dia 20, o CRAS Expansão do Feira IX promove roda de conversa com a comunidade e apresentação de um filme sobre o racismo, das 14h30 às 16h30.

E no dia 21, das 19h30 às 20h30 será promovida palestra na Faculdade Anhanguera. Já no dia 22 será a vez do CRAS Cidade Nova promover ações, com palestras na sede do equipamento e também em escolas, além de articulação com a comunidade quilombola da Matinha.

Nos dias 24 e 25 será promovido evento público com ações conjuntas para o Novembro Negro, no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), e horários a serem definidos. Nestes dois dias, o CRAS São José e a Divisão da Promoção da Igualdade Racial serão parceiros das ações do Novembro Negro promovidas na comunidade quilombola de Lagoa Grande, no distrito de Maria Quitéria.

No dia 27, o palco para as ações será o Mercado de Arte Popular (MAP), onde será promovida a campanha “O racismo no século XXI”, com lançamento da campanha com presença das autoridades, das 17h30 às 20h.


Por fim, no dia 29, o CRAS Santo Antônio dos Prazeres promove palestras e outras ações, das 8h30 às 11h30. Neste mesmo dia, o CRAS São José realiza palestras, apresentação com grupo de dança e grupo juventude negra, das 14h às 17h. A mesma programação no CRAS de Humildes, Outras atividades deverão reforçar a programação, mas ainda estão sem datas definidas.

Fonte: Secom (PMFS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui