25 de jul de 2017

Estratégias de promoção da Bahia são discutidas com Instituto Brasileiro de Turismo


A Bahia deve estruturar produtos turísticos personalizados de acordo com o perfil dos visitantes, aproveitando ao máximo a diversidade dos seus atrativos. Esta foi a proposição do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), durante o Seminário de Inteligência Comercial voltado para atração de visitantes da América do Sul e Ásia, realizado nesta terça-feira (25), com apoio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur).

Em apresentação direcionada aos empresários e gestores municipais de turismo, a consultora de Inteligência Turística da Embratur, Gisele Lima, esboçou o perfil dos turistas vindos da América do Sul, apresentou números que refletem a presença deles no Brasil e traçou estratégias de mercado para intensificar a atração de visitantes.
Na comparação, os argentinos lideram a lista dos turistas da América do Sul a visitar o país (28,3%). Também figuram nas primeiras posições os bolivianos (16,7%), uruguaios (15,2%), chilenos (14,3%) e paraguaios (11%). Na Bahia, o número de visitantes da América do Sul aumentou nos últimos anos: pulou de cerca de 27 mil, em 2014, para mais de 82 mil, no ano passado. No Estado, os argentinos também são líderes: mais de 80 mil turistas.

“Turismo cultural, religioso, de sol e praia, ecoturismo e outros segmentos tornam a Bahia um dos estados brasileiros que oferecem maior diversidade para a atividade turística”, afirmou a especialista, que aconselha a formatação de produtos turísticos focados no público que deseja experimentar o destino Bahia, aumentando o tempo de permanência do turista no Estado. Já o mercado asiático é considerado pela Embratur como potencial para investimentos de médio e longo prazos.

Em seu pronunciamento, o secretário de Turismo da Bahia, José Alves, propôs que governo e iniciativa privada trabalhem em conjunto para promoção dos destinos e atrativos turísticos. “Este ano, vamos participar de mais de 60 feiras nacionais e internacionais de turismo, mas é importante que os empresários estejam conosco para apresentar os seus serviços”, explicou.

Citando ações como a redução da alíquota do ICMS do querosene de aviação e o investimento em infraestrutura aeroportuária, o secretário elencou investimentos do Governo do Estado para atração de novos voos e de turistas para a Bahia.


Fonte: Ascom/ Secretaria de Turismo do Estado (Setur)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui