Livro barato é no SubMarino

6 de jul. de 2017

Encontro dos Orixás será realizado neste final de semana em Feira de Santana



Projeto defende fortalecimento das manifestações culturais de matrizes africanas. Atividades serão realizadas no Amélio Amorim: música, dança, teatro, palestras, debates, cinema e artes plásticas
 
Diversas atividades marcam a culminância do projeto 2º Encontro dos Orixás na sexta e no sábado (dias 7 e 8 de julho), no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana. Apresentações musicais, espetáculos de teatro e dança, lançamento de livro, exposição, palestras, debates a exibição de vídeo documentário compõe a programação do evento. 
Na sexta-feira (7), a partir das 19h30, vários nomes de grande relevância da música produzida em Feira sobem ao palco do Amélio: Dionorina, Venus Carvalho, Gilsam, Djalma Ferreira e Nilton Rasta. Também teremos a exposição de esculturas de divindades das religiões afro brasileiras, produzidas em papel machê pelo artista Neto Souza. 
A abertura do 2º Encontro dos Orixás ainda contará com o lançamento do livro “Os Paramentos de Mão dos Orixás”, de autoria do escritor José Arcanjo de Carvalho Macedo e com a apresentação do espetáculo de dança “Lendas”, com direção e coreografia do conceituado ator e diretor José Guedes. 
O projeto tem como principal objetivo fortalecer as autênticas manifestações culturais de matrizes africanas, colaborando com a conscientização quanto ao sentimento de pertença de um segmento identitário que historicamente sofre com o preconceito por parte de diversos extratos da sociedade.

Palestras 
No sábado (8), os trabalhos serão abertos às 8 horas com um café da manhã ofertado aos participantes. Às 9 horas teremos a conferência “Enfrentamento aos Preconceitos”, com Alba Cristina (Ilhéus), em seguida o professor e pesquisador Wanderson Flores (Brasília), aborda o tema “Ética e Hierarquia nas Religiões de Matriz Africana”. Logo depois das pontuações dos palestrantes, o espaço será aberto para o debate. 
No turno vespertino, a partir das 14 horas, outras três conferências serão apresentadas. O babalorixá feirense Marcos Caribé aborda o tema “Religiões Afro: desafios e conquistas” e a ialorixá Maria das Graças Guimarães (Mãe Dadá), trata da “Ancestralidade nas Religiões Afro Brasileiras”. 
O ciclo de palestras será encerrado com o professor e pesquisador Ricardo Aragão, destacando o tema “Nações e suas peculiaridades”. Assim como no turno matutino, haverá espaço para os questionamentos e observações do público presente assim que as palestras forem encerradas. 

Teatro e audiovisual 
O 2º Encontro dos Orixás será encerrado com a apresentação do espetáculo de teatro “Lavagem do Bonfim”, também dirigido por Jose Guedes e com a exibição do documentário “Vivências – Sacerdotisas e sacerdotes das Religiões Afro Brasileiras no Portal do Sertão e suas experiências”, dirigido pelo cineasta Kauan Cerqueira. Todas as etapas do evento são gratuitas e integralmente abertas ao público.
O Encontro dos Orixás foi concebido originalmente em 2010, pela produtora cultural, professora de Dança Afro e coreógrafa Carmem Silva e pelo saudoso artista e estilista Adelson Brito, falecido este ano. Todas as ações do projeto têm o apoio financeiro do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e do Governo da Bahia.


SERVIÇO
O que:
 2º Encontro dos Orixás
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim - Avenida Presidente Dutra, nº 2222 – Feira de Santana
Quando: Sexta (7 de julho), a partir das 20 horas e sábado (8 de julho), a partir das 8 horas.
Quanto: Acesso gratuito

Por Elsimar Pondé

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui