22 de jun de 2016

Seminário evidencia desafios de mulheres negras

Evento realizado no auditório da FAT | Foto: Secom / PMFS

Promovido pelo Núcleo Cultural, Educacional e Social Odungê com apoio do Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), o XXX Seminário Regional de Mulheres Negras de Feira de Santana evidenciou os desafios a serem enfrentados por mulheres negras, inclusive na zona rural, na incessante luta pela defesa de igualdade racial e de gênero.
 
Nesta terça-feira, 21, durante todo o dia, profissionais da área de assistência social e que desenvolvem ações voltadas pela defesa da igualdade social estiveram reunidas no auditório da Faculdade Anísio Teixeira (FAT). E tiveram a oportunidade de discutir questões cruciais para a transformação da sociedade com especialistas de diversos segmentos, inclusive da saúde pública, que fizeram importantes alertas.
 
Durante a abertura do evento, a presidente do Odungê, Lourdes Santana, ressaltou os desafios e a luta desenvolvida com apoio dos órgãos governamentais e da sociedade para a conscientização de todos.
 
Um dos palestrantes, o professor de Sociologia Gerinaldo Lima abordou sobre “A realidade da juventude rural brasileira”. Observou que esta parcela da sociedade é “invisibilizada, tanto que não tem acesso às políticas públicas, por falta de resposta do Governo Federal. Não se pensa em “juventudes” e apenas em “juventude”, no singular, esquecendo que a rural precisa ser vista com suas especificações, suas demandas”.
 
Já o assistente social e coordenador do serviço social do programa DST/AIDS, Raul Araújo de Brito abordou sobre a necessidade das pessoas se prevenirem mais contra o HIV e DST. “Hoje, com o alto índice de HIV, estamos abordando o tempo inteiro a necessidade de uso de preservativo”.
 
Durante a solenidade de abertura do evento também estiveram compondo a mesa de honra a professora Mércia Nogueira, do curso de Serviço Social da FAT; o chefe da Divisão de Promoção da Igualdade Racial, Geovani Ferreira; o diretor do Departamento de Igualdade de GÊNERO Racial, Gilenaldo Santos; e a assistente social Venessa Rosa, além de Lourdes Santana, o jornalista Ronaldo Belo e os palestrantes.
 
Fonte: Secom / PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!