FNO

18 de jun de 2016

Amendoim cozido no galpão garante sustento de famílias na Queimadinha

Foto: Valter Vieira.Com.Br


Entre as comidas da época junina, o amendoim cozido é, sem dúvidas, a preferida pelos feirenses. Na mesa junina não pode faltar o produto.

Para atender a demanda, todos os dias, cerca de 300 sacas são beneficiadas no galpão localizado na Queimadinha, bairro de tradição nesta iguaria.

De acordo com a Associação dos Moradores e Comerciantes de Amendoim, mais de 60 famílias são cadastradas e 200 pessoas vendem o produto nas ruas.

Neste período, as 35 bocas do galpão funcionam sem parar para atender a demanda. Nos grandes caldeirões são despejadas uma saca e meia de amendoim.

O produto está sendo trazidos de vários municípios onde o seu cultivo é irrigado ou que não sofreu os efeitos da estiagem, como Cruz das Almas.

É só colocar água, quatro quilos de sal e várias bandas de limões e ver a fumaça levantar e a água borbulhar forte. Depois é colocar no carrinho e ganhar as ruas.

As vendas são garantidas, atesta Ana Lúcia Cerqueira, há 28 anos no ramo. “Criei sete filhos e formei dois vendendo amendoim”, orgulha-se.

O galpão foi construído pela Prefeitura para ordenar uma atividade típica do bairro, só que antes panelões e caldeirões eram colocados sobre trempes no meio da rua.

“A atividade ficou mais organizada, no galpão o cozimento ficou mais higiênico e acabou a fumaça que irritava a garganta e o nariz das crianças”, afirmou Ana Lúcia

Para o presidente da Associação, José Ribeiro, além de organizar a atividade, o galpão possibilitou que dezenas de famílias sobrevivam da atividade.


“O amendoim garante a comida de muitas pessoas aqui na Queimadinha”, afirmou o presidente. O uso do equipamento é gratuito.


Fonte: Secom/PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

Sua marca no melhor lugar!