12 de fev de 2016

IPAC disponibiliza livros sobre patrimônio no Pelourinho


As publicações sobre os bens culturais baianos – materiais e imateriais – produzidas pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), da Secretaria de Cultura (SecultBA), estão disponíveis em endereço fixo. São coleções de livros, cadernos e apostilas que podem ser obtidas na Coordenação de Articulação e Difusão (Coad) da diretoria de Preservação (Dipat) do IPAC. O setor está instalado em um prédio colonial na Rua Gregório de Mattos, nº29, no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. O imóvel já sediou o IPAC e a escola estadual Azevedo Fernandes.

De acordo com o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira, as publicações são procuradas geralmente por estudantes e pesquisadores locais, nacionais e estrangeiros, além de turistas e baianos que desejam conhecer os bens culturais. “Esses livros são facilitadores na divulgação e preservação dos patrimônios”, diz João Carlos. Segundo ele, alguns se baseiam nos dossiês de pesquisa do IPAC que possibilitaram a proteção oficial do Estado. “Ainda neste primeiro semestre (2016) lançaremos a ‘Revista do IPAC’ que trará artigos e trabalhos mais extensos e reflexões mais profundas acerca do patrimônio cultural”, adianta o dirigente estadual.

TÍTULOS – Da série ‘Cadernos do IPAC’ foram lançados os títulos Pano da Costa, Festa da Boa Morte, Carnaval de Maragojipe, Desfile de Afoxés, Festa de Santa Bárbara, Ofício de Vaqueiros, Festa do Bembé, Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix e Conjunto Escola Parque. O acesso virtual é feito através do linkhttp://www.ipac.ba.gov.br/downloads#aba-4, ou no site www.ipac.ba.gov.br, via link‘downloads’ localizado na parte superior da primeira página e, depois, na aba ‘publicações’.

Segundo a diretora da Dipat, Nara Gomes, o IPAC já lançou a coleção ‘Conversando sobre Patrimônio’ com os títulos ‘Patrimônio Afro-brasileiro, ‘Patrimônio e Festas’, ‘Patrimônio do 2 de Julho’, ‘Sistema Estadual de Patrimônio’ e ‘Circuitos Arqueológicos’. “A Coad/IPAC dispõe ainda de vídeos educativos e institucionais, além da Biblioteca Manuel Querino especializada em patrimônio, arquitetura, restauro e arte”, diz Nara. O horário de atendimento é de segunda a sexta–feira, das 8 às 12h e de 13 às 17h.

Fotografias – digitais e analógicas –, mapas, plantas de imóveis, projetos de restauração, dossiês de pesquisas, estudos, livros e documentos técnicos produzidos ao longo de quatro décadas pelo IPAC são outros itens do acervo da Coad/IPAC. Mais informações via telefone (71) 3116-6945 e endereço coad.ipac@ipac.ba.gov.br. Para se manter informado, acesse o facebook ‘Ipacba Patrimônio’ e o twitter ‘@ipac_ba’.


Assessoria de Comunicação – IPAC
Jornalista responsável Geraldo Moniz (DRT-BA nº 1498)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!