19 de mar de 2016

O cupido pode atirar na Micareta


Será que amor de Micareta tem futuro? Será que no meio do furdunço que é bloco e rua, os beijos e abraços podem prolongar-se? Na maré da festa, se apaixonar. É quase um deboche. Mas para a paixão, não tem hora, não tem lugar. E mesmo improvavelmente, o coração pode arrebatar.

Onde tudo é festa, o amor pode brotar. O que é curtição pode virar lance sério. Em um momento que ninguém quer saber de relacionamento, onde a festa é sinônimo de pegação, pode sim acontecer uma conquista. Têm pessoas que terminam o relacionamento para ficarem soltinhas. Que ironia.

A situação tem um quê de paquera, sedução e muito beijo sem compromisso. Mas o coração pode ser flechado. Há possibilidade de se encontrar a tão falada alma gêmea. Quem falou que amor de carnaval não dá certo que prove.

A teoria pode estar errada e a vida pode surpreender. Vai que o feriado jogue uma armadilha para alguns casais e alguns caiam nessa teia.
Mesmo que o clima seja de muita festa, o cupido pode agir livre. No meio de tanta gente, olhares de relance podem se cruzar e o sentimento pode perdurar após muita zoeira.

Por Laísa Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui

FNO

Sua marca no melhor lugar!